ELEITORA PEDE MAIS DE MIL PARA CHURRASCO, VEREADOR NÃO DÁ, E ELA O ATACA NO FACE: pode isso, eleitor consciente? TUTA, PALITO E DIXON...

Da Redação
03/02/2016 16:15:00
ELEITORA PEDE MAIS DE MIL PARA CHURRASCO, VEREADOR NÃO DÁ, E ELA O ATACA NO FACE: pode isso, eleitor consciente? TUTA, PALITO E DIXON JUNTOS? Doutor diz que não bate em mulher, nem com palavras; ANGELA, A LÍDER!

[imagem] Boaaaaaaaaaaaaaaa taaaaaaaaaaaaaaarde meus amoooooooores! Se a classe política, de um modo geral, está indo de mal a pior perante a opinião pública, muuuuuuuuitos eleitores não ficam para trás, quando se trata de querer tirar vantagens pessoais dos mesmos políticos que eles tanto atacam e reprovam. “CHEGA DE FULANO. CHEGA DE BELTRANO. CHEGA DESSE OU DAQUELE GRUPO. QUEREMOS MUDANÇA” – Será que querem mesmo?  Toda eleição é sempre a mesma “conversinha” e mudança mesmo, pouco acontece. A maioria é reeleita, começa um novo mandato e quatro anos depois a mesma ladainha.

Em minha opinião, ENQUANTO EXISTIR O ELEITOR OPORTUNISTA, EXISTIRÁ POLÍTICO IGUALZINHO A ELE. Portanto, a VERDADEIRA MUDANÇA SÓ ACONTECERÁ QUANDO O ELEITOR PARA DE USAR SEU VOTO PARA PAGAR A PRESTAÇÃO DO CARRO, O CHURRASCO DE ANIVERSÁRIO, A LAJE DA CASA, A FESTA DE CASAMENTO, entre outros inúmeros tipos de pedidos que abarrotam os gabinetes, de segunda à sexta, das 8 às 17 horas, aos sábados, domingos e feriados. Foquem no exemplo real, abaixo! 


A mulher chegou no gabinete de um vereador, apresentou o orçamento de um churrasco que ela quer fazer no próximo dia 27, no valor de R$ 1.242,96, e em seguida  mandou bem na lata da assessora que lhe atendeu:  “Eu sou o tipo de eleitora que não aceita não como resposta”. Eita gota! A assessora, por sua vez, explicou à senhora que o vereador não atende o tipo de pedido feito por ela e tentou falar um pouco do trabalho do edil. “As realizações do vereador não me interessam. Eu quero que ele pague isso pra mim e pronto”, enfatizou a mulher. Eita peste! Diante de tamanha cara de pau, a assessora lhe disse que passaria o caso ao seu chefe e entraria em contato, depois. O retorno aconteceu e a resposta foi a dada sincera e educadamente, no atendimento inicial: NÃO.

Misericórdia! Inconformada com o NÃO, a mulher foi no Facebook do vereador e escreveu poucas e boas. Disse que ele caiu de paraquedas na política; que conhecia todos os vereadores, mas nunca tinha ouvido falar dele; que ele devia ter comprado muitos votos, para ser nomeado (ela quis dizer, eleito); que a assessoria dele era malcriada, entre outros desaforos descabidos. Porém, o mais curioso foi a parte onde ela escreveu o seguinte: “E o que eu de pedir só foi para ver o seu comportamento como vereador pq os eleitores tem, que ver quem vai colocar para trabalhar para nós e para cidade, agora o que fui te pedir pode ficar sossegado foi um teste para ver sua atitude para quem quer se eleger de novo”. Deu pra entender o que ela disse, né meus amooooores?

Pois bem. Se tivesse ido mesmo ao gabinete apenas com a intenção de testar a atitude do vereador e constatado (como constatou) que ele não aceitou garantir o voto dela e nem da sua família em troca de um churrasco, essa eleitora, em vez de atacar gratuita e irresponsavelmente o vereador em rede social, deveria ter feito UM POST ESPECIAL, ELOGIANDO A POSTURA DO PARLAMENTAR, afinal, ele teria passado com nota 10 no suposto teste – CONCORDAM? Agora, me respondam: UMA ELEITORA QUE AGE ASSIM QUER MUDANÇA? Só se for na baixa da égua! E como ela, existem milhares por aí. E o pior é que esse tipo de eleitor é o maior responsável pela PÉSSIMA QUALIDADE POLÍTICA QUE PREDOMINA por todos os cantos do Brasil. Um único voto desse,  é capaz de eleger um político mal-intencionado e deixar de fora um que poderia, realmente, brigar pelos direitos da coletividade. Esse bapho tá rasgado!

Agora, vou rasgar sobre outro babado, que me indignou tanto quanto o da eleitora “sem noção”.  Um (a) usuário (a) do perfil denominado Rita Bereta, aparentemente falso, fez uma postagem no Facebook muito infeliz (e põe infeliz nisso), sobre um político local que supostamente bateu ou bate (sei lá) na mulher e/ou ex-mulher. Para as pessoas descobrirem de quem estava falando, o suposto fake deu pistas que insinuavam ser um dos dois atuais vereadores do PT de Paulínia: Custódio Campos ou Doutor João Mota. Uma baixaria sem tamanho.  

Imediatamente, Doutor João Mota comentou no post do fake, pedindo para não incluírem ele naquela baixaria, pois não é capaz de agredir uma mulher nem verbalmente. Mesmo assim, algumas pessoas concluíram ser ele o tal agressor de mulher e começaram a escrever coisas absurdas (do tipo “cadeia nele”), contra um homem de conduta ilibada como é o Doutor João Mota. Isso não se faz. É criminoso, nojento e merece ser repudiado com veemência, por todos nós. Ainda bem que, por conta própria ou a mando de alguém, o fake retirou o post do ar.
 
Quero aproveitar a oportunidade e pedir às lideranças de todos os grupos políticos da city, SEM EXCEÇÃO, que combatam (se sabem ou quando souberem) o uso de fakes na internet por militantes, para esse tipo de ataque contra adversários. Com a grande influência das redes sociais, na política daqui e do mundo inteiro, é necessário os líderes conscientizarem seus liderados da importância do uso positivo e legal da internet, e não compactuarem com esse tipo de investida, contra quem quer que seja.

Uma coisa é a militância explorar, com respeito e verdade, o lado negativo político (repito: político e não pessoal) do candidato adversário. Outra, é aliados ficarem, por meio de fakes ou de perfis verdadeiros, disparando contra pessoas decentes, confundindo a opinião pública em relação à elas.  Daqui a pouco a campanha deste ano começa pra valer e, infelizmente, a previsão é das redes sociais ficarem ainda mais fétidas, politicamente falando, do que já estão, por conta desse tipo de coisa.

Um conhecido empresário da city anda espalhando por aí um suposto e recente encontro dos  prefeituráveis TUTA BOSCO (PPS), PALITO (Solidariedade) E DIXON (PSDB). Segundo o autor da "notícia", o trio teria discutido a possibilidade de se formar uma força oposicionista, capaz de derrotar o espirituoso Pavan (PSB) ou quem ele indicar para prefeito, nas eleições deste ano. A questão-chave discutida na suposta reunião teria sido “quem renunciaria a própria candidatura”, caso resolvessem formar mesmo a tal força. Parece que nenhum deles mostrou disposição para isso. Pela mãe do guarda! Já pensou se, para conquistar a prefeitura, a oposição resolver entrar na onda do “VOTE EM UM E LEVE DOIS PREFEITOS”, que provocou a derrocada monumental do mourismo?

Bem tentei confirmar o encontro com os protagonistas. Tuta Bosco me disse que a informação não procede. Deixei recado no Face de Dixon, perguntando se era verdade, mas ele não me respondeu até a publicação desta coluna. Já com Palito, não consegui contato. 

Enquanto a oposição busca caminhos (não necessariamente pela via acima citada) para enfrentar Pavan (PSB) nas urnas, o espirituoso deve apontar a queridíssima Angela Duarte (PRTB) como a nova líder de seu governo, na Câmara Municipal. Embora o vereador Zé Coco (PTB), na última sessão (dia 26), tenha lhe cumprimentado pela “nova missão de liderança”, a vereadora (minhaaaaaaaaaaaaaaa amaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaada, gente da melhor qualidade) me disse ontem que não tem nada ainda confirmado. “Se confirmando, comunicarei à imprensa”, respondeu toda formal, como sempre é  todas as vezes que tratamos de coisas políticas. Mas, certamente deverá ser ela mesmo, pois qualquer outro nome não teria a mesma legitimidade política para o cargo, na minha humilde opinião.

Amaaaaados e Amaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas, por hoje é isso. QUE AS BENÇÃOS E PROTEÇÃO DE DEUS SEJAM SEMPRE DERRAMADAS EM NOSSAS VIDAS. Muitos beijos e abraços. Au revoir!

Foto: Correio Imagem/Arquivo


Comentar