Paulínia teve 63 estupros nos últimos dois anos: segundo dados oficiais da SSP estadual, foram 34 vítimas em 2014 e 29 no ano...

Da Redação
26/01/2016 16:26:00
Paulínia teve 63 estupros nos últimos dois anos: segundo dados oficiais da SSP estadual, foram 34 vítimas em 2014 e 29 no ano passado

[imagem] Estudos mostram que o número real desse tipo de crime é sempre maior do que o oficial, já que muitas vítimas acabam não dando queixa  na polícia

Entre  2014 e 2015 a delegacia de Polícia Civil de Paulínia registrou 63 estupros. É o que mostram os dados oficiais divulgados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública. Entretanto, o número real pode ser bem maior, já que muitas vítimas desse tipo de violência acabam não prestando queixa. 


Aparentemente, os números incluem também os estupros de vulnerável (menores de 14 anos). Recentemente nossa reportagem encontrou o Conselho Tutelar na delegacia da cidade, acompanhando um menino de apenas 5 anos que foi atacado sexualmente pelo padrasto. Também nesse início de ano, uma mulher foi atacada por um homem no bairro Bom Retiro. A vítima foi obrigada a fazer sexo oral no agressor, que momentos depois acabou preso em flagrante pela Guarda Municipal (leia). Confira outros dados da criminalidade em Paulínia. 

Homicídios caíram
Os números da SSP estadual mostram também uma redução de quase 55%  na taxa de homicídios em Paulínia no ano passado, quando 6 pessoas foram assassinadas, contra 11 em 2014. As tentativas de homicídio mantiveram os mesmos números: 9 em cada ano. No período, foi registrado na cidade um único caso de latrocínio (roubo seguido de morte). 

Furtos aumentaram
A taxa de furtos gerais sofreu uma leve alta. Em 2014 foram 1.221 ocorrências, contra 1.284 no ano passado. Os maiores índices foram registrados em janeiro de 2014 – 140 casos – e maio de 2015 – 141. 

Veículos e mortes no trânsito
No ano passado, foram roubados 47 carros a menos que em 2014, quando 147 pessoas entregaram seus veículos, após serem ameaçadas por bandidos.  O furto de veículos (levados sem os donos estarem presentes) também foi menor em 2015 – 247 contra 287, furtados no ano anterior. O Correio apurou que dos 781 veículos roubados e furtados nos últimos dois anos, a polícia recuperou apenas 334 – bem menos da metade levada, sob ameaça ou não.

A SSP estadual mostra também que nos últimos dois anos 20 pessoas morreram no trânsito de Paulínia – 16 em 2014 e 4 no ano passado. Os responsáveis por essas mortes foram indiciados por homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

Porte e tráfico de drogas
Em 2015, 116 pessoas foram flagradas portando drogas em Paulínia - seis a menos do registrado em 2014.  Já as ocorrências de tráfico subiram de 112 em 2014 para 118 em 2015. 

Inquéritos e prisões
A Polícia Civil de Paulínia instaurou 1.046 inquéritos em 2014, e 1.369 no ano passado – 326 a mais. As prisões em flagrante se mantiveram quase iguais: 282 e 283, respectivamente.

Índice zero
Por outro lado, nos últimos dois anos Paulínia não registrou nenhum homicídio doloso (com intenção de matar) no trânsito, homicídio comum culposo (sem intenção de matar), e nem roubo a banco.

Foto: Guarda Municipal de Paulínia

Comentar