PAGAMENTO DOS EX-FUNCIONÁRIOS DO CACO E AIJ: quem deixou passar o momento de resolver o problema?; PMDB vai escolher novo Diretório;...

Da Redação
14/08/2015 20:45:00
PAGAMENTO DOS EX-FUNCIONÁRIOS DO CACO E AIJ: quem deixou passar o momento de resolver o problema?; PMDB vai escolher novo Diretório; LACERDA É DO DEM e quer o PMDB? Cícero, Sanzio e Freire também querem?

[imagem] Boaaaaaaaaaa nooooooooite meus amooooooores! A troca do carpete da Câmara começou desde terça (11), o cheiro de cola já tomou conta dos corredores, a prestadora do serviço foi escolhida dia 20 do mês passado, entretanto, ainda não se sabe o nome da empresa e tampouco o valor da substituição, porque o extrato do contrato da despesa ainda não foi publicado no Portal da Transparência do Legislativo Municipal. Aliás, nenhum contrato na modalidade Convite (até R$ 80 mil) de julho da Câmara está disponível no camarapaulinia.sp.gov.br, conforme determina a Lei de Acesso à Informação. 


Já a compra de quatro carros novos ninguém sabe se ocorreu mesmo. Por quê? Porque o Pregão Presencial estava marcado para 17 de julho passado, mas no Transparência só consta, até agora, apenas o edital de convocação. Nenhuma alteração, adiamento, cancelamento ou homologação da empresa vencedora da concorrência. Ou seja, comprou ou não comprou? Se comprou, quem vendeu e quanto cobrou? Tem também a contratação surreal para trocar as lâmpadas da Casa, cuja “empresa especializada” foi escolhida no último dia 22 e que também ninguém sabe quem é e muito menos quanto cobrou pelo serviço. ISSO É QUE TRANSPARÊNCIA. O RESTO É PERSEGUIÇÃO (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas).

Fiquei sabendo que o popular Capivara, o homem que quer construir casas para a RMC inteira em terras paulinenses (e os paulinenses que se explodam) não sai da Câmara, mais precisamente das bandas da Presidência. Também, após ter elogiado Caprino (PRB) e pedido salvas e salvas de palmas para o presidente, durante a manifestação por moradia (dia 04), onde só faltou ter gente de São Lourenço da Mata, minha terra natal (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas), o líder da FDDIP deve ter ficado com a moral láááááááá em cima. Huuuuum! Será que o “Zé Rainha” de Americana prometeu fazer todo mundo votar em Caprino (PRB), na próxima? Será hein? Não duvido nada!

Depois de amanhã, dia 16, o PMDB Municipal escolherá um novo Diretório, pois a vigência do atual, presidido por Anízio Trindade, termina no próximo dia 31, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Uma gaivota mourista (#sqn...gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas), me contou que Mário Lacerda estaria super de olho no cargo, mas, pelo estatuto do partido, o pouco tempo que ele tem de filiado é insuficiente para disputar a posição. Lacerda até teria tentado uma manobra para entrar na disputa, mas parece ter sido descoberto, caiu nos ouvidos de Moura pai e a ordem foi: DE JEITO NENHUM

Oxi! Perai, perai, tem alguma coisa errada aí. No site do TSE, Lacerda continua presidente do Democratas (DEM) municipal. Quando vi não fiquei nem bege, foi “turva” mesmo (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas).  Então, sendo assim, como ele filiou-se ao PMDB e ainda quer presidir o partido? E pode presidir um e ser filiado em outro?  Oxente! E Lacerda quer presidir todos os partidos da city é (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas)? Que doideira. 

Recentemente, o ex-presidente do Pauli Prev assumiu a frente da campanha peemedebista, em busca de novos filiados e, consequentemente, pré-candidatos para 2016. “Eu sou PMDB 15”; “O PMDB está cada vez mais forte. Quer ser vereador? Então filie-se aqui. Prefeito, Vice e vereador, chapa completa é aqui no PMDB. Vem com a gente”, palavras de Lacerda, em sua página no Facebook. Deu a gota serena!

Na disputa pela vaga presidencial do PMDB, segundo um chegado da cúpula, estão três ex-secretários municipais, no governo do prefeito cassado: Cícero Brito (Segurança), Arthur Freire (Negócios Jurídicos) e Sanzio Rodrigues (Negócios da Receita). Maaaaaaaas, uma gaivota láááááá de Barão Geraldo me disse que Moura pai prefere a reeleição de Anízio Trindade, por uma questão de confiança. Eita nóóóós! Nós ou eles (gragalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas)?  
É preciso esclarecer uma coisa importante sobre o pagamento das rescisões trabalhistas dos ex-funcionários do Caco e da AIJ. Não é novidade pra ninguém que quando o prefeito cassado declarou guerra às entidades importantes da city, em agosto de 2013, o Caco e a AIJ tiveram que demitir mais de 400 pais de famílias, porque ficaram à mingua. Pois bem, naquela ocasião, ele disse que a Prefeitura não tinha vínculo algum com nenhuma das entidades atingidas (Caco, AIJ, Casa do Menor, APAE, AUPACC, Lar São Francisco de Assis, APASFAP, entre outras)  e que era preciso economizar o dinheiro público. Notamos bem para que serviu a tal “economia”. 

Continuando. Diante da péssima (e não poderia ser diferente) repercussão da maldade (Paulínia City jamais esquecerá) contra crianças excepcionais, carentes ou abrigadas, além de pacientes de câncer, adolescentes e adultos assistidos pelas entidades prejudicadas, o prefeito cassado, representado pelo então secretário dos Negócios Jurídicos, Arthur Freire, fez duas reuniões com o Ministério Público do Trabalho (MPT), em Campinas, onde prometeu pagar os direitos dos trabalhadores demitidos, já que a Prefeitura era solidária ao problema. 

Ou seja, eles passariam o dinheiro às entidades, que pagariam os seus demitidos e pronto. Tenho cópias das atas das audiências que reuniram representantes do Caco, AIJ, Prefeitura e Promotores Trabalhistas. Entretaaaaaaaanto, não cumpriram nenhuma das promessas feitas ao MPT, assim como também prometeram aos vereadores que resolveriam o problema e, só pra não contrariar, também não honraram. Sem dinheiro, o Caco e a AIJ não tinham como pagar as rescisões e os trabalhadores não receberam até hoje. 

Aííííííí, como as entidades e a prefeitura não pagaram, o MPT, então, entrou com uma ação coletiva contra ambas, para garantir os diretos trabalhistas dos demitidos – inviabilizando qualquer tipo de acordo, dali por diante. Ou seja, uma vez a Prefeitura acionada judicialmente, nem o próprio Moura Junior, causador de todo o mal às entidades e funcionários, poderia fazer mais nada, e muito menos o atual prefeito Pavan (PSB), que quando voltou, em fevereiro desse ano, o mal já estava feito há muito tempo. ISSO NÃO É ACUSAÇÃO E NEM DEFESA. É A VERDADE DOS FATOS. Por lei, toda e qualquer prefeitura não pode fazer acordo, tem que recorrer, no mínimo à segunda instância. 

O único momento de se fazer justiça imediata com os ex-funcionários do CACO e AIJ foi antes do MPT entrar na justiça contra a Prefeitura. E quem prometeu fazer essa justiça (pagar os direitos dos trabalhadores) e não fez (pagou)?  O mesmo que destruiu as duas importantes entidades assistenciais da city. ISSO É FATO. Agora, INFELIZMENTE, os pais de famílias – muitos deles dedicaram décadas de suas vidas às instituições e ao povo mais necessitado da city - levarão ainda um bom tempo para ver a cor do dinheiro referente aos seus direitos. É TRISTE, MAS É VERDADE!

Vou ficando por aqui, amados e amadas. Um fim de semana glorioso, com muita paz, amor e PROTEÇÃO DO SENHOR DEUS, TODO PODEROSO. Muitos beijos e abraços! Au revoir! 

Comentar