Vereadores aprovam aumento na folha de pagamento da Câmara, em primeira discussão; a proposta foi rejeitada apenas pela vereadora Angela...

Da Redação
10/08/2015 20:58:00
Vereadores aprovam aumento na folha de pagamento da Câmara, em primeira discussão; a proposta foi rejeitada apenas pela vereadora Angela Duarte (PRTB)

[imagem] A proposta da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Paulínia, presidida pelo vereador Sandro Caprino (PRB), de conceder gratificação especial aos membros da Comissão de Licitação, pregoeiros e pessoal de apoio aos pregões realizados pela Casa, começou a ser votada na última terça-feira (4). Treze vereadores foram favoráveis à legalidade do projeto, que, para valer, ainda precisa ser aprovado no mérito. A vereadora Angela Duarte (PRTB) foi a única contra o aumento na folha de pagamento do Legislativo Municipal. 


Pelo projeto, o presidente da Comissão de Licitação (CL), David Rodrigues, que acumula a função de diretor da Câmara, terá direito à gratificação mensal de R$ 2 mil, passando a receber quase R$ 13 mil, por mês, dos cofres púbicos. Já a bonificação para os membros da CL será de R$ 1.500,00; pregoeiros R$ 500,00 e pessoal de apoio R$ 300,00. Lembrando que a gratificação para pregoeiro e apoio será por pregão, efetivamente realizado. A Prefeitura de Paulínia paga aos pregoeiros R$ 100,00 de gratificação, por cada pregão realizado, e os mesmo não podem conduzir mais de 15 pregões/mês.
 
Embora a maioria tenha aprovado a legalidade da proposta, notícias de bastidores apontam que muitos vereadores não concordam com a nova despesa no Legislativo Municipal, sobretudo, em função da crise pela qual a cidade e o país estão atravessando.  Assim, especula-se que o resultado da votação do mérito do projeto, que deve acontecer na próxima sessão legislativa, pode ser diferente do registrado na legalidade. Se aprovada, a gratificação aumentará em mais de R$ 150 mil o gasto da Câmara com pessoal.

Esbanjando

De acordo com dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE), de janeiro a junho deste ano, a Câmara Municipal de Paulínia já gastou R$ 11 milhões e 200 mil reais. Apenas com jardinagem foram quase R$ 50 mil. Segundo o Correio Popular de Campinas, para o presidente Sandro Caprino (PRB) “o importante não é reduzir despesas, mas utilizar bem os recursos”.

Para Roberto Romano, professor de Ética e Filosofia da Unicamp,  “o dinheiro gasto na Câmara Paulinense poderia ser melhor utilizado”. O orçamento 2015 da Câmara Municipal de Paulínia está estimado em R$ 22 milhões. Leia mais sobre os gastos legislativos >>>

Foto: Reprodução/Internet

Comentar