FRUTO DE FRAUDE ELEITORAL, HERDEIRO NÃO EMPLACA A DINASTIA MOURA NO PODER MUNICIPAL; “O que Mizael diz, não se escreve”:...

Da Redação
07/08/2015 20:33:00
FRUTO DE FRAUDE ELEITORAL, HERDEIRO NÃO EMPLACA A DINASTIA MOURA NO PODER MUNICIPAL; “O que Mizael diz, não se escreve”: #SÓQUENÃO; Como vai ficar o cenário político da city?

[imagem] Boaaaaaaaaaaaa noooooite, meus amooooooooores! Até o mais tonto dos tontos sabia e sabe que REGISTRO (de candidato) é uma coisa e FRAUDE (eleitoral) é outra. Apenas os fanáticos bateram e ainda batem (por incrível que pareça) na mesma tecla: É A MESMA COISA e o TSE já havia decidido (em maio de 2013) que NÃO HOUVE (a fraude). Tomaram, que até roncaram. Há “trocentos” anos venho afirmando que não, mas como diz uma senhora mourista: “o que digo, não se escreve” - #sqn (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas).  Maaaaaaaaaas, o que realmente importa é que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) terminou de colocar as coisas em seus devidos lugares. Em maio de 2013 reconheceu a legitimidade do registro do então candidato Moura Junior (PMDB) e no histórico dia de ontem (6), que a eleição dele foi sim uma ardilosa fraude eleitoral. Ponto final.


Finalmente, foi o último capítulo de uma novela política, que se arrastava há mais de três anos e tantos reboliços causou na city. Misericórdia! A decisão do TSE, que será concluída e proclamada em uma das próximas sessões de julgamento do tribunal, tira da cena política paulinense, pelo menos até 2020, Edson Moura Junior. Ou seja, a planejada dinastia Moura no poder municipal foi para o beleléu. Daqui por diante, o herdeiro de Edson Moura, que agora divide com o pai o título de ex-prefeito de Paulínia, deve dedicar-se aos negócios, brasileiros e estrangeiros, da família.

Além do resultado, o julgamento foi marcado pelas brilhantes atuações do ministro João Otávio de Noronha, na defesa pelo provimento do recurso mourista, e da advogada Angela Cignachi Baeta Neves, na sustentação oral contra. Venceu a doutora. Lembrando muito o ex-colega de tribunal, Marco Aurélio de Mello, o eminente Noronha fez caras e bocas, deu risadinhas irônicas, interrompeu várias vezes a ex-relatora do caso, ministra Luciana Lóssio, e até citou Dilma, Lula, Aécio, Alckmin e Roriz, entre outras estrelas da política nacional, nos seus argumentos favoráveis ao ex-prefeito Edson Moura, acusado de arquitetar e executar a substituição fraudulenta. 

O esforço imensurável de convencer que Moura pai tinha, sim, o direito de fazer campanha até às 18hs13 do dia 6 de outubro de 2012, portanto, a eleição de Moura filho teria sido legítima não colou. Quatro ministros (Luciana Lóssio, Maria Thereza Moura, Admar Gonzaga e Gilmar Mendes) pediram vênia ao relator e votaram pela incontestável fraude. A ministra Maria Tereza finalizou o seu voto repetindo, perplexa, a famosa “brincadeirinha” de Moura pai, no comunicado da renúncia, menos de 13 horas da eleição: “Vote num e leve dois prefeitos. Enquanto o Junior atende o povo eu trabalho pra vocês. Enquanto eu trabalho, o Junior atende o povo e vamos simbora”. 

A ministra Luciana Lóssio disse que a fraude foi uma espécie de “lavagem de votos”. Já o ministro Admar Gonzaga comparou a polêmica substituição a um estelionato. “Pesquisei sobre o processo e verifiquei que o candidato (Moura pai) apresentou vários requerimentos e documentos, apenas no intuito de protelar a decisão de seu caso. Para mim está claro que a substituição foi uma fraude”, disse o ministro. Como 5 ministros (4 contra e 1 a favor do recurso mourista) que já votaram, faltam apenas dois decidirem: o presidente Dias Toffoli (se ele votar) e o ministro Luiz Fux. Entretanto, a decisão vencedora é uma só: FOI FRAUDE. CASO ENCERRADO.

Com a saída dos Moura do cenário político, pelo menos como protagonistas da próxima disputa eleitoral, as mudanças serão certas, as peças vão se mexer de outro modo e o babado será fortíssimo, daqui por diante. Meus dedinhos já estão prontos para reproduzir tudo o que for acontecendo. E vai acontecer de tuuuuuuuuuuuudo. Adoooooooooooooro. Vocês, meus amoooooooooores, sabem que aqui é o canal dos bafos e babados mais quentes da city, principalmente, políticos. Na próxima semana estaremos juntinhos, outra vez.

Um fim de semana maravilhooooooooooso para todos nós, PROTEGIDO E ABENÇOADO POR NOSSO PAI CELESTIAL. Muuuuuuuuuuitos beijos e abraaaaaaaaaços. Au Revoir! 

Foto: Reprodução/Internet

Comentar