Paulínia 2024 – Um Novo Caminho: Câmara chama população para debater problemas atuais da cidade e traçar...

Da Redação
03/08/2015 13:10:00
Paulínia 2024 – Um Novo Caminho: Câmara chama população para debater problemas atuais da cidade e traçar soluções futuras

[imagem] Durante dezenove dias úteis, a partir de quarta-feira (5), especialistas de diversas áreas, vereadores e representantes da sociedade participarão dos debates 

Começa quarta-feira, dia 5, às 19hs, na Câmara Municipal de Paulínia, o Fórum “Paulínia 2024 – Um Novo Caminho”, oriundo do Projeto de Lei 25/2013, de autoria do vereador Danilo Barros (PC do B) e aprovado pela Casa em outubro de 2013. De acordo com a assessoria de imprensa da Câmara, o fórum reunirá especialistas de diversas áreas, convidados pelos vereadores-presidentes das 15 comissões (Direto do Idos; Defesa dos Animais; Urbanismo, Obras, Acessibilidade, Planejamento, e Serviços Públicos; Esporte; Saúde; Servidores Públicos do Município; Mobilidade Urbana; Segurança; Dependência Química; Meio Ambiente; Relação de Emprego e Transporte Coletivo; Legislação Participativa e Transparência; Indústria e Comércio; Políticas Públicas de Saúde e Direito da Mulher; e Educação) que formarão as mesas de debates. 


De 6  de agosto a 2 de setembro acontecem as reuniões internas de trabalho das comissões. Já as audiências públicas, com a participação popular, vão do dia 19 de agosto a 10 de setembro, no Plenarinho da Casa, em horários variados. “A importância do Fórum é debater o futuro de Paulínia e evitar que os erros do passado se repitam. Este projeto é democrático e com a participação da população fica ainda mais forte", disse o autor do projeto, por meio da comunicação legislativa.

O PL do Fórum foi aprovado na gestão do então presidente da Câmara, Marcos Roberto Bolonhezi, o Marquinho Fiorella (PP), que presidirá a Comissão de Mobilidade Urbana. Para o atual presidente da Casa, Sandro Caprino (PRB), o Fórum “é uma oportunidade dos munícipes exercer a cidadania e expressar seus anseio de forma democrática”.

Segundo a programação publicada no site da Câmara, dos 15 vereadores, apenas três não participarão dos debates com a sociedade: Du Cazellato (PP), Edilsinho Rodrigues (PPS) e Marquinho da Bola (PSB), segundo a programação divulgada no site da Câmara.  A empresa Manifesta Cerimonial, de Piracicaba, assinará a realização do evento, que custará R$ 76.800,00 aos cofres públicos.


Foto: CP Imagem/Arquivo

Comentar