Cinco entidades, entre elas a APAE, estão no projeto das subvenções enviado à Câmara de Paulínia pelo...

Da Redação
06/04/2015 12:50:00
Cinco entidades, entre elas a APAE, estão no projeto das subvenções enviado à Câmara de Paulínia pelo prefeito Pavan (PSB)

[imagem] Conforme antecipado pelo líder de governo Fábio Valadão (PROS), na sessão legislativa de terça-feira (31), o projeto de concessão de subvenção social à entidades do Terceiro Setor de Paulínia deu entrada na Câmara Municipal quarta-feira, dia 1º de abril.  

Na mesma sessão, o vereador Edilsinho Rodrigues (PPS) propôs a convocação de duas sessões extraordinárias, em um único dia, para votar a legalidade e o mérito do projeto, que deveria ter sido enviado à Câmara em dezembro passado, pelo então prefeito Edson Moura Junior (PMDB).  “Proponho uma força-tarefa para atender o mais rápido possível as entidades, que passam por sérias dificuldades”, ressaltou Rodrigues. A votação extraordinária das subvenções depende, agora, do presidente da Casa, Marcos Roberto Bolonhezi, o Marquinho Fiorella (PP). 


Cinco entidades foram contempladas no Projeto de Lei 11/2015: Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Paulínia, Casa do Menor, Fundação Padre Euclides Nunes, Associação Viva Brasil e Paulínia Racing Bicicross. Juntas, elas receberão da Prefeitura R$ 1.104.002,56. De acordo com Mara Ferrari, secretária de Promoção e Desenvolvimento Social de Paulínia, a concessão de subvenções agora é semestral. “Em junho faremos um novo chamamento público, quando as entidades deverão apresentar seus respectivos projetos de trabalho, para o último semestre do ano”, explicou ela.

Pelas novas regras da lei federal que regulamenta a concessão de subvenções sociais pela União, Estados e Municípios, apenas as entidades que prestam assistência social, propriamente dita, devem receber os recursos. Entidades não governamentais que prestam serviços no campo da saúde, por exemplo, devem receber recursos de fundos voltados especificamente para o setor.

Confira a lista das entidades contempladas neste primeiro semestre:

APAE – R$ 368.039,56
Casa do Menor: R$ 559.567,00
Fundação Padre Euclides Nunes: R$ 44.525,00
Associação Viva Brasil: R$ 56.121,00
Paulínia Racing Bicicross: R$ 75.750,00

Foto: CP Imagem/Arquivo

Comentar