Ex-diretor de finanças manipula informação e mente sobre pagamento à Gencons: quem pagou foi Moura Junior (PMDB)

Da Redação
06/03/2015 17:09:00
Ex-diretor de finanças manipula informação e mente sobre pagamento à Gencons: quem pagou foi Moura Junior (PMDB)

[imagem] O ex-diretor de Finanças da Prefeitura de Paulínia, Sami Goldstein, divulgou ontem (5) uma informação responsabilizando o atual prefeito José Pavan Junior (PSB) pelo pagamento da desapropriação de uma área pública, localizada ao lado do Teatro Municipal “Paulo Gracindo”. “Pavan, para pagar fornecedores inclusive de medicamentos "não tem"... agora para pagar R$ 3,5 milhões em desapropriações no dia 20/02 "tem”?, criticou Goldstein, em sua página no Facebook.

Na intenção de “provar” o que estava afirmando, o ex-diretor do governo cassado publicou junto com o texto uma imagem retirada do Portal da Transparência da Prefeitura de Paulínia, mostrando a movimentação da desapropriação da área, que pertencia à empresa Gencons Empreendimentos imobiliários Ltda, sem a data do pagamento e quem o realizou. Na manhã de hoje (6), Goldstein repetiu a informação, que deste ontem (5) vem sendo compartilhada e comentada por centenas de pessoas nas redes sociais.


O Correio Paulinense Online cobrou explicações da atual administração municipal, acusada por Goldstein de ter efetuado o pagamento milionário, quando o prefeito José Pavan Junior (PSB) anunciou recentemente a suspensão de todos os pagamentos da Prefeitura, exceto os da Saúde, Educação e funcionalismo público, devido à crise financeira do município. Na manhã de hoje (6), a Prefeitura nos enviou a “posição do empenho” referente ao pagamento da área, desapropriada por R$ 6 milhões. 

Como mostra o documento, a desapropriação foi homologada pelo ex-prefeito Edson Moura Junior (PMDB) no dia 02 de janeiro deste ano e a parcela de R$ 3,5 milhões paga no dia 15 do mesmo mês, através do cheque nº 347048, da Caixa Econômica Federal, assinado pelo prefeito cassado. Pavan (PSB) reassumiu a Prefeitura no dia 06 de fevereiro.

Manipulação e falsidade

Numa das imagens usadas pelo ex-diretor Goldstein, para disseminar a falsa informação na internet, consta a data 20/02/2015 (Data Movimento), como sendo o dia em que teria sido realizado o pagamento de R$ 3,5 milhões à Gencons Empreendimentos Imobiliários. Entretanto, segundo a Prefeitura de Paulínia, naquele dia nenhum pagamento foi feito à empresa. Como consta no documento obtido pelo Correio Paulinense Online o pagamento foi feito dia 15 de janeiro de 2015, ainda na gestão do ex-prefeito.  

Nossa reportagem também pesquisou no Portal Transparência da Prefeitura de Paulínia o período (20/02/2015) divulgado por Godstein e também não encontrou nenhum pagamento à gigante do ramo imobiliário, no referido dia. Por outro lado, apuramos que, além dos R$ 3,5 milhões pagos em janeiro deste ano, o ex-prefeito Edson Moura Junior (PMDB) pagou mais R$ 6 milhões à Gencons, no dia 4 de novembro do ano passado, também referentes a desapropriação de área pública.

Foto: Reprodução/Internet

Comentar