DIPLOMAÇÃO NO CARTÓRIO, POSSE NA CÂMARA: ordem da juíza eleitoral; Indiretamente, mouristas dizem que não...

Da Redação
04/02/2015 21:06:00
DIPLOMAÇÃO NO CARTÓRIO, POSSE NA CÂMARA: ordem da juíza eleitoral; Indiretamente, mouristas dizem que não estão “mortos”; NÃO TEM MAIS AMIGOS EM BRASÍLIA?

[imagem] Boooooooooa nooooooite meus amooooooooores! As decisões judiciais eleitorais continuam sacudindo Paulínia. Após cassar as liminares que mantinham Moura Junior (PMDB) no cargo, segunda-feira (2), a ministra Luciana Lóssio negou hoje, dia 4, o pedido do prefeito para ficar no cargo, até o julgamento final do processo (9985/13) por fraude eleitoral. A decisão de hoje, levou a juíza eleitoral de Paulínia, Marta Brandão Pistelli, oficiar o presidente da Câmara, Sandro Caprino (PRB), sobre a diplomação (no Cartório Eleitoral) e posse (na Câmara) do ex-prefeito José Pavan Junior (PSB), segundo colocado em 2012, para sexta-feira às 18 e 18:30, respectivamente.  Até lá, Caprino (PRB) assume interinamente a Prefeitura.


Tentei ouvir o espirituoso Pavan (PSB) sobre as suas expectativas, mas não consegui localizá-lo. Moura pai, segundo informações, continua em Brasília tentando reverter a situação do filho. “Ele não tem mais amigos aqui”, me disse, agora há pouco, uma gaivota brasiliense, das mais poderosas e bem informadas. Enquanto isso, para os “guerreiros CC’s” do ex-prefeito “tudo só termina quando acaba” (Sami Goldstein), “tudo sob controle” (Leandro Fanha) e a comemoração pela saída do chefe é uma “ejaculação precoce coletiva”  (Diretora Aristeia) (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas).

Indiretamente, os Moura “continuam” no poder até sexta-feira (6), através do “fidelíssimo” aliado Sandro Caprino (PRB), que estará na Prefeitura logo às 8h00 desta quinta-feira (5). Não será definitivo, como o grupo que estar por trás dele quer e planeja (aguardem que contarei esse “bafo”, brevemente), mas Caprino (PRB) sentará, por dois dias, na cadeira de Prefeito de Paulínia City. Claro que ele não vai exonerar ninguém e nem fazer grandes coisas, mas o importante é entrar para a galeria dos “interinos”, cujo recordista é o amado Forella (PP). 

Além da tensão da estreia na principal cadeira da Mesa Diretora, me parece que a notícia da saída de seu prefeito deixou Caprino (PRB) extremamente nervoso, na sessão de ontem (3). Nossa Senhora. Pra ajudar, o sistema de som do Plenário “faiô” e foi um troca-troca de microfone, um transtorno danado. Ah dá licença! A técnica da Casa que me desculpe, mas o som tem que ser testado antes da sessão, para evitar esse tipo de falha. Foi horrível. Espero que tenha servido de lição.

Voltando ao eleitoral. Bem, quem marcou A RECONTAGEM DE VOTOS, DIPLOMAÇÃO E POSSE DE PAVAN  E VANDA foi a Excelentíssima Juíza Eleitoral de Paulínia City, Marta Brandão Pisteli. Estou ressaltando isso, porque tem gente que faz confusão entre “tomar a decisão” e “divulgar a decisão”. Quem decide é a Justiça e nós, jornalistas, apenas informamos à população. Será que pode haver mudança, até depois de amanhã? NÃO SEI. NINGUÉM SABE.  Portanto, O QUE VALE É A DECISÃO JUDICIAL VIGENTE e ponto final.

Bem meus amooores, por hoje é só. Uma excelente noite para todos nós. Beijos, abraços e fiquem com DEUS! Continuem comigo, pois aqui, vocês sabem, só tem notícias “fresquinhas” (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Au revoir! 

Foto: Arquivo/CP Imagem

Comentar