Da base, o vereador Tiguila Paes (PRTB) foi o único que votou favorável às 19 Emendas apresentadas ao Orçamento 2015

Da Redação
27/12/2014 19:44:00
Da base, o vereador Tiguila Paes (PRTB) foi o único que votou favorável às 19 Emendas apresentadas ao Orçamento 2015

[imagem] Os 11 vereadores que formam a base do governo cassado Moura Junior (PMDB), na Câmara de Paulínia, não tiveram outra alternativa senão aprovarem as 10 (dez) Emendas Modificativas ao Orçamento 2015 (PL 51/2014), que distribuíram para a saúde, educação, segurança, esporte, habitação e mobilidade urbana os R$ 85,2 milhões reservados à construção de um centro de convenções no Parque Brasil 500, através de Parceria Público-Privada (PPP).

As Emendas, de autoria da vereadora Angela Duarte (PRTB) e do vereador Doutor João Mota (PT), passaram por unanimidade em primeira discussão, terça-feira (23), e devem ser aprovadas definitivamente na última sessão extraordinária do ano, nesta segunda-feira (29), às 10h00 (leia matéria).


Da base mourista, apenas o vereador Tiguila Paes (PRTB) votou favorável à todas as emendas apresentadas. “As Emendas representam claramente os anseios da população, por isso todas tiveram o meu apoio. Quero parabenizar a iniciativa dos meus colegas Angela, companheira de partido, e Doutor João Mota”, comentou o vereador e segundo secretário da Mesa Diretora, reeleito para o cargo, no biênio 2015/2016.

Paes também votou contra o Projeto de Lei 03/14, do Executivo, que autorizou a cessão de uso de área pública para ampliação da estação de tratamento de água. “Como disse na sessão de terça-feira, não acredito na Sabesp. Em uma reunião com os vereadores esta empresa prometeu resolver os problemas que atingem a população e até agora não cumpriu nada. Por isso, votei contra a cessão”, explicou o vereador. 

Exceto Tiguila Paes (PRTB), os demais vereadores da base reprovaram 6 (seis) das 8 Emendas Modificativas (7 da vereadora Angela Duarte e 1 do vereador Doutor João Mota), que tiravam dinheiro da estrutura do polo cinematográfico e colocavam para investimentos em outros setores problemáticos da cidade. Juntas, as Emendas somavam 18.700.000,00 (dezoito milhões e setecentos mil reais), mas foi autorizada a retirada de apenas R$ 4,2 milhões, sendo R$ 2 milhões para investimentos nas entidades assistenciais do município e R$ 2,2 milhões para ampliação e reforma de praças e parques. 

Já os outros R$ 14, 5 milhões que sairiam da dotação do polo cinematográfico para pavimentação, recapeamento e manutenção de vias urbanas; aquisição e/ou desapropriação de imóveis; manutenção, reforma e ampliação de prédios públicos; ampliação da Rede coletora de Esgoto; ampliação da rede de distribuição de água; e Patrimônio Histórico, Artístico e Aeque, foram blindados pelos vereadores mouristas, que não autorizaram as mudanças. 

As Emendas 14 e 16, cujas votações terminaram empatadas em 7 a 7, foram derrubadas pelo “voto minerva” do presidente da Câmara, Marcos Roberto Bolonhezi, o Marquinho Fiorella (PP). O líder do governo mourista e presidente eleito Sandro Caprino (PRB) votou contra todas as Emendas que tiravam dinheiro do polo. Com a aprovação das duas emendas a dotação para a estrutura do polo cinematográfico e festival de cinema passa de R$ 38.188.793,00 (trinta e oito milhões, cento e oitenta e oito mil, setecentos e noventa e três reais) para R$ 33.988.793,00 (trinta e três milhões, novecentos e oitenta e oito mil, setecentos e noventa e três reais). 

Confira as votações das Emendas aprovadas:

Emenda Modificativa nº 03 – APROVADA POR UNANIMIDADE – Autor: Doutor João Mota (PT)
Destina R$ 2 milhões, dos quase R$ 39 milhões destinados ao Polo Cinematográfico, para serem investidos nas entidades assistenciais do município;

Emenda Modificativa nº 15 – APROVADA – Autora: Angela Duarte  (PRTB), com o apoio dos vereadores Fábio Valadão (PROS), Doutor João Mota (PT) e Custódio Campos (PT)
Votaram SIM: Tiguila, Angela, Custodio, Edilsinho; Yatecola, Marquinho da Bola, Valadão e Doutor João Mota
Votaram NÃO: Du Cazellato, Zé Coco, Danilo Barros, João Mota, Sandro Caprino, Simeia Zanon 
Destinava R$ 2,2 milhões, dos quase R$ 39 milhões do Polo Cinematográfico, para ampliação e reforma de Praças e Parques.

Confira as votações das Emendas reprovadas:

Emenda Modificativa nº 11 – REPROVADA – Autora: Angela Duarte  (PRTB), com o apoio dos vereadores Fábio Valadão (PROS), Doutor João Mota (PT) e Custódio Campos (PT)
Votaram SIM: Tiguila, Angela, Danilo, Custódio, Valadão e Doutor João Mota
Votaram NÃO: Edilsinho, Du Cazellato, Yatecola, Zé Coco, João Mota, Marquinho da Bola, Sandro Caprino e Simeia Zanon
Objetivo: Destinava R$ 8 milhões, dos quase R$ 39 milhões do Polo Cinematográfico, para pavimentação, recapeamento e manutenção de vias urbanas;

Emenda Modificativa nº 13 – REPROVADA – Autora: Angela Duarte  (PRTB), com o apoio dos vereadores Fábio Valadão (PROS), Doutor João Mota (PT) e Custódio Campos (PT)
Votaram SIM: Tiguila, Angela, Custodio, Valadão e Doutor João Mota
Votaram NÃO: Edilsinho, Du Cazellato, Yatecola, Zé Coco, João Mota, Marquinho da Bola, Sandro Caprino, Simeia Zanon e Danilo Barros
Objetivo: Destinava R$ 500 mil, dos quase R$ 39 milhões do Polo Cinematográfico, para aquisição e/ou desapropriação de imóveis; 

Emenda Modificativa nº 14 – REPROVADA – Autora: Angela Duarte  (PRTB), com o apoio dos vereadores Fábio Valadão (PROS), Doutor João Mota (PT) e Custódio Campos (PT)
Votaram SIM: Tiguila, Angela, Danilo Barros, Edilsinho, Custodio, Valadão e Doutor João Mota
Votaram NÃO: Sandro Caprino, Du Cazellato, Yatecola, Zé Coco, João Mota, Marquinho da Bola e Simeia Zanon 
EMPATE: 7 a 7 – O presidente Fiorella votou contra, derrubando a Emenda
Objetivo: Destinava R$ 3 milhões, dos quase R$ 39 milhões do Polo Cinematográfico, para manutenção, reforma e ampliação de prédios públicos;

Emenda Modificativa nº 16 – REPROVADA – Autora: Angela Duarte  (PRTB), com o apoio dos vereadores Fábio Valadão (PROS), Doutor João Mota (PT) e Custódio Campos (PT)
Votaram SIM: Tiguila, Angela, Danilo Barros, Custodio, Du Cazellato, Valadão e Doutor João Mota
Votaram NÃO: Sandro Caprino, Edilsinho, Yatecola, Zé Coco, João Mota, Marquinho da Bola e Simeia Zanon 
EMPATE: 7 a 7 – O presidente Fiorella votou contra, derrubando a Emenda
Objetivo: Destinava R$ 1 milhão dos quase R$ 39 milhões do Polo Cinematográfico, ampliação da Rede coletora de Esgoto;

Emenda Modificativa nº 17 – REPROVADA – Autora: Angela Duarte  (PRTB), com o apoio dos vereadores Fábio Valadão (PROS), Doutor João Mota (PT) e Custódio Campos (PT)
Votaram SIM: Tiguila, Angela, Du Cazellato, Custodio, Valadão e Doutor João Mota
Votaram NÃO: Edilsinho, Yatecola, Zé Coco, João Mota, Marquinho da Bola, Sandro Caprino, Simeia Zanon e Danilo Barros
Objetivo: Destinava R$ 1 milhão, dos quase R$ 39 milhões do Polo Cinematográfico, para ampliação da rede de distribuição de água;

Emenda Modificativa nº 18 – REPROVADA – Autora: Angela Duarte  (PRTB), com o apoio dos vereadores Fábio Valadão (PROS), Doutor João Mota (PT) e Custódio Campos (PT)
Votaram SIM: Tiguila, Angela, Custodio, Valadão e Doutor João Mota
Votaram NÃO: Edilsinho, Du Cazellato, Yatecola, Zé Coco, João Mota, Marquinho da Bola, Sandro Caprino, Simeia Zanon e Danilo Barros
Objetivo: Destinava R$ 1 milhão, dos quase R$ 39 milhões do Polo Cinematográfico, para o Patrimônio Histórico, Artístico e Aeque.

Foto: Claudia Arantes/CMP

Comentar