Ei! Psiu! Vocês aí: a sentença ainda nem foi publicada. Ouviram? Pode ser uma questão de tempo, mas ainda não foi....

Da Redação
31/05/2013 04:23:00
Ei! Psiu! Vocês aí: a sentença ainda nem foi publicada. Ouviram? Pode ser uma questão de tempo, mas ainda não foi. Nem Rafael sabe quando será. Entenderam?  Estão ouvindo ou são moucos?

Bom diaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, meus amores! Nem se estivesse passando o feriadão na Côte d'Azur, estaria tão saltitante (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Ai meu pai! Como a vida não pede licença para nos surpreender, o negócio é não ficar chorando o leite derramado, limpar o fogão e seguir adiante, lindos e loiros, exclusivamente por nossa conta (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Então, avanteeeeeeeee!!!

Prevista para esta semana, a publicação do resultado do TSE esbarrou no feriadão e só deve acontecer segunda ou terça-feira, que vem. Lá se vão 12 dias, desde que a decisão foi proferida. Não adianta reclamar e muito menos ficar “arreganhando os dentes” antes do tempo, pois todos os prazos só começam a contar depois de publicada. Não tem jeito.  É bobagem ficar perguntando o tempo todo no Facebook: “E a posse?” (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas).  

Enquanto partidários do “prefeito de direito” (Moura Junior) se esgoelam nas redes sociais, cantando “vitória irreversível”, ele e Moura pai (o prefeito de fato) preferem a mais absoluta discrição sobre o assunto. Curioso isso. Muito curioso. Nada de entrevista exclusiva ou coletiva. Nada de "CONFIRMADO, PAULÍNIA TEM DOIS PREFEITOS”.  Por quê? Ora! Prudência, claro.  Enquanto isso, um lado pergunta quando será a posse e o outro responde “em breve”, “assim que terminar os trâmites legais”, ”assim que for marcada avisaremos”, entre outras respostas mais lisas do que muçum ensaboado (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). 

Nem o belíssimo Rafael Moura (uiiiii....gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas) sabe responder a “PERGUNTA DO FACE”. Não por desinformação do “bofe”, mas é que essas informações não chegam mesmo ao “auditório”.  Isso é coisa do diretor (Moura pai) e do dirigido (Moura filho). Nem o coadjuvante Bonavita tem acesso, pra não “vazar” (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas).  A “figuração” tem que tomar “todas” no bar do queridíssimo Amaury e depois ir pra casa, gritar no Face:  É “nois”, é “nois” e é “nois”! Mais nada (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). 

Mas a euforia em excesso não é coisa tão somente da “plebe rude” mourista,  fanática e bestificada por dois ídolos fabricados, rudemente: um em 1993, nos fundos da política paulinense, e o outro às 18h13 do dia 6 de outubro de 2012. É mole ou quer mais? Uma “devota” do mesmo sangue também perdeu a noção do bom senso, discernimento e respeito ao próximo.

Única Vice-Prefeita, na historia de Paulínia, que recebeu R$ 7.020,00 por mês sem trabalhar na maior parte do mandato passado, Simone Moura fez questão de peregrinar pelas Secretarias Municipais transmitindo o abraço dos PRIMOS (Moura pai, em primeiro grau, e Moura Filho, em segundo grau) aos funcionários públicos.   

A peregrinação aconteceu um dia depois da decisão do TSE e divulgado no Facebook, pela própria. Simone só não relatou na rede social que o seu abraço foi rejeitado “NNNNNN” vezes. Numa delas, uma funcionária de carreira dispensou o abraço da minha conterrânea, alegando que nunca foram amigas. Um mourista até tentou consertar a situação, mas como não tinha jeito, desistiu, antes que a emenda ficasse pior que o soneto.  Resultado: a vice que “mamou” mais de dois anos (façam as contas) sem trabalhar virou “SIMONE TATU”.

Outro que rasgou  e jogou no chão as regras dos bons costumes políticos e depois pediu para uma de suas “ex-margaridas” apanhar e jogar no lixo foi o empresário Zé Nilton.  O “pai do Seninha”, como  ficou conhecido na city deve ter tomado uma “laranjada genérica”, embriagou-se  e se achou no direito de ir ao Gabinete pedir para as recepcionistas esvaziar as gavetas delas.. Segundo o meu “bem-te-vi”, Rose e Celina viraram as costas para ele, que, diante da merecida indiferença,  seguiu para a sala dos meus amados Marcelo Araujo e Raquel Prado de Oliveira (Cerimonial). Ele saiu de lá ardendo mais que chama. Gente,  isso não é petulância:  É UMA DESCARADA FALTA DE RESPEITO. Onde já se viu uma coisa dessas?

Tem mais. Uma gaivota me contou que os queridíssimos Antonio e Daniel Galucci (pai e filho), acompanhados de “estrangeiros”, estiveram outro dia na Prefeitura,  confabulando “Edson mudará isso e aquilo outro” . Sempre tive e tenho o maior respeito e carinho pelo Dr. Toninho e seu filho Daniel, mas  fiquei estupefato ao saber disso, pois, até onde os conheço, não combina com o caráter deles. 

Gente, O GOVERNO PAVAN AINDA NÃO ACABOU. A decisão ainda não foi publicada.. Os recursos ainda não foram impetrados e muito menos analisados. O TRE ainda não foi comunicado de nada e muito menos Paulínia. Tudo bem que pode ser uma questão de tempo,  para isso acontecer, mas a realidade é que, por enquanto, tudo continua do mesmo jeito. Ninguém sabe quando os “dois prefeitos” serão diplomados e empossados. Portanto, o prefeito atual de Paulínia é o senhor José Pavan Junior.   

A decisão do TSE não dá o direito de ninguém constranger uma administração que ainda está ATIVA. Não dá. Tudo tem sua hora. Esperem a decisão chegar e ser cumprida em Paulínia. Se Simone Moura tem fome de vingança (assim como os seus dois primos têm), de mostrar que o PRIMO dela é o “todo-poderoso”, que é isso ou aquilo, deve fazer no momento certo e não sair feito uma sem juízo pela Prefeitura,  intimando até pessoas que não gostam dela à abraçá-la. Isso é ridículo. Mas, a Simone sempre foi estabanada desse jeito mesmo. Lembro-me de uma visita que fizemos juntos em Brasília e nosso poderoso anfitrião  mandou o seguinte recado pro faraônico: “diga pra ele controlar essa moça, pois ela não sabe o que faz e o que fala". Sem mais comentários! 

A disputa pela possível nova Assessoria de Imprensa da Prefeitura pode virar um espetáculo de cabaré político de quinta categoria. Segundo minhas fontes, o  ex-TodoDia Raoni Zambi está no olho do furacão, por ser o favorito ao comando do setor.  O jornalista, que vira e mexe comenta positivamente esta coluna, declarou sua preferência política pelos Moura ao postar, dia 23, que “eleição se ganha no voto”.  Mas, na cola do “colega” estão Eliane Franco (do jornal Tribuna) e um “ex-Correio Paulinense”, hoje,  empregado do advogado Arthur Freire, condenado, em primeira instância, por divulgar imagens pornográficas envolvendo crianças.

Por que não coloquei o “blogueiro” entre as possibilidades para a Assessoria de Imprensa? Ora, porque blogueiro  não conta como jornalista, ainda mais quando o blogueiro tem um ‘MODOS OPERANTI” (Eu sei que o correto é “modus operandi”.  Apenas estou escrevendo do jeito que ele  escreveu no Facebook, para vocês  identificá-lo com mais rapidez)  muito desajeitado. Quem sabe que diminuindo o consumo diário de  gramas de pó branco solúvel (leeeeeeite) ele não toma  jeito (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas).

Bem, agora, eu que devo tomar jeito. São mais de quatro horas da manhã e depois da lasanha e do brigadeiro não tenho nada que tá falando do “pó” que um desajeitado consome ou como ele escreve isso ou aquilo.  Vou é dormir, lindooooooooooooo (por minha conta). Um final de semana abençoado por NOSSO SENHOR JESUS CRISTO e até segunda-feira. Beijos, abraços. Au Revoir

Comentar